AEROJET BRASILEIRA

CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS

FALE CONOSCO

PRODUTOS QUÍMICOS

Matérias-Prima para a Fabricação de produtos em
Resinas Plásticas e Fibras de Vidro.

PRODUTOS QUÍMICOS

CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS

FALE CONOSCO

PRODUTOS QUÍMICOS

Matérias-Prima para a Fabricação de produtos em
Resinas Plásticas e Fibras de Vidro.

PRODUTOS QUÍMICOS

CONHEÇA NOSSOS PRODUTOS

FALE CONOSCO

você aprende a fazer uma infinidade de peças e
acessórios de fiberglass, fibra de vidro e resina.

CURSOS DE FIBERGLASS

CONHEÇA NOSSOS CURSOS

FALE CONOSCO

Resinas para Bijuterias | Faça Você Mesmo

Aplicações de Resinas para Bijuterias, Vitrais e Massa Plástica.

Resinas coloridas para bijuterias.
  • 1 Kg de Resina para bijuterias pré-acelerada Am 190
  • 100 ml de Monômero.
  • 5 a 10% de Pigmento em Pasta ou líquido.
  • Antes de despejar nos moldes adicionar de 1 a 1,5% de Catalisador Aerosec.
Corante líquido para vitrais
  • 10g de Pigmento em Pó Macrolex.
  • 1 litro de Monômero de Estireno.
  • Misturar bem o Pigmento em Pó com o Monômero de Estireno.
  • Usar de 1 a 5% em Resinas de Poliéster.
Massa plástica (Para uso imediato):
  • Resina Am 313.
  • Monômero de Estireno.
  • Talco Industrial.
  • Catalisador Aerosec.

Exemplo: 1 Kg de Resina, 200g de Monômero de Estireno, Talco à vontade (provavelmente 2 Kg), até atingir a consistência ideal para a sua aplicação. Retire a quantidade a ser usada e adicione o Catalisador.

Obs: Para cada 100g de massa adicione 20 gotas de Catalisador.

Massa plástica para comercialização:
  • Com a mesma formulação utilize a Resina Am 530 MP (não adicionar o catalisador, para evitar a cura imediata).

  • Faça Você Mesmo sua Prancha de Surf

    SHAPE

    Para o início de um bom shape é necessário uma sala com luzes especiais, ou seja, luzes laterais na altura do cavalete. Uma vez colocado no cavalete o poliuretano, neste deve ser riscado o out-line (linha da prancha desejada), sendo que esta deve ser traçada na parte inferior do poliuretano. Esta linha pode ser copiada de uma prancha. Uma vez traçado o out-line, como por exemplo, uma prancha com 1,80m, no meio dela deve ser colocada a largura máxima desejada. Riscado o line deve ser cortado sobre o modelo desejado. Depois corte e acerte a linha com surform a fim de que a prancha fique com o out-line preciso.

    COMO TRABALHAR COM O POLIURETANO (PLUG, BLOCO OU PLACA)

    Deve-se gastar o poliuretano na parte inferior, com uma plaina elétrica ou manual, sendo que na parte inferior a prancha deverá ter um bom desgaste no poliuretano no lado do bico a fim de se obter uma boa envergadura na prancha. Já o lado da rabeta deve-se gastar o mínimo possível do modelo do shape até que o surfista calcule a flutuação ideal para o seu uso. A longarina deve ser rebaixada com a plaina manual. Terminada a parte inferior da prancha deve-se comerçar a parte superior ou o lado de cima dela. O lado de cima da prancha deverá ter uma modelagem uniforme, ou seja, a parte que se deve shapear mais é o lado inferior do poliuretano e não o superior.

    BORDA

    Para um fácil caimento da borda, o shape deve ser colocado no cavalete de lado, e então comerçar a gastar a borda com surform, usando o surfom do bico até a rabeta formando assim várias linhas. Terminada as linhas, arredondar com lixa de ferro até que a borda fique uniforme para ter flutuação adequada do bico até a rabeta.

    GLASS

    Para a laminação transparente devemos começar primeiramente em baixo da prancha, colocando o tecido sobre a parte inferior e cortando com uma folga de tecido de aproximadamente 7cm. Colocado o tecido em toda a prancha, preparar 800g de resina pré-acelerada, 40g de monômero, misturar até o monômero diluir a resina. Diluída a resina, adicionar 4% de catalisador e misturar bem. Com a resina catalisada, deverá ser jogada em cima do tecido e então começar a espalhar a resina sobre a prancha com a espátula, deixando a resina escorrer no tecido da borda. O tempo de trabalho da resina é de aproximadamente 15 a 25 minutos conforme a temperatura ambiente. Para a laminação superior, usa-se o mesmo sistema, sendo a medida respectivamente 700g de resina, 30g de monômero e 3,5% de catalizador.

    FIXAÇÃO DA QUILHA

    Fixar a quilha antes do banho grosso, sendo que a quilha deverá ter um bom reforço de roving e retalhos de tecido na sua base.

    BANHO PARA FASE DE ACABAMENTO

    Terminada a laminação, basta aplicar Hot Coat (Resina e monômero parafinado). Sua medida é de 350g de resina, 20g de monômero parafinado e 6% de catalizador. O Hot Coat deve ser aplicado com um pincel na parte superior e seco; lixar totalmente a prancha com lixa de ferro 50 para tirar as ondulações da laminação.

    DECORAÇÃO

    A decoração pode ser feita na placa de poliuretano com resina bem diluída ou tinta Duco, conforme o gosto do fabricante ou também depois da prancha estar totalamente lixada com lixa grossa antes do banho para acabamento.

    BANHO PARA ACABAMENTO

    Depois da prancha estar totalmente lixada, aplicar o banho fino nas partes inferiores e superiores da prancha. A medida necessária é de 300g de resina, 30g de monômero parafinado e 6% de catalizador. Faça o banho com um pincel de pelos de seda.

    POLIMENTO

    Depois de seco o banho fino, lixar a prancha com lixa d’água 360 e posteriormente a 600. Depois de lixada a prancha, reforçar o brilho com boina de pele de carneiro usando Kaol e massa para polimento.

    MATERIAIS UTILIZADOS

    • Placa de poliuretano
    • 3m de tecido AP-1
    • 5Kg de resina
    • 250g de Mek
    • 500g de monômero de estireno
    • 2 lixas d’água 360
    • 2 lixas d’água 600
    • 1 lixa de ferro 50
    • 1 lixa de ferro 100
    • 2 pincéis 2
    • 1 litro de solvente para limpeza
    • 100g de solução de parafina
    • 1 fita colante

    FERRAMENTAS

    • Plaina elétrica
    • Plaina manual
    • Surform
    • 1 metro
    • 1 serrote
    • 1 espátula
    • 1 politriz